Corrente Elétrica
Nome:

Colégio em que estuda (se houver):




Corrente Elétrica

Corrente elétrica (i):

É o movimento ordenado de cargas elétricas. O movimento desorganizado dos elétrons livres no interior da rede cristalina não tem para nós muito interesse. Mas em condições adequadas, nós podemos provocar um movimento das cargas ao longo dos condutores, de modo a obter um fluxo contínuo de carga elétrica em um dado sentido. Este fluxo contínuo de carga elétrica em um dado sentido. Este fenômeno é muito importante, e nós o chamamos de "corrente elétrica".



i = q/Dt

Dt = intervalo de tempo
No sistema internacional (SI), a corrente elétrica é medida em ampère (A).

Sentido da Corrente:
Sentido Real: movimento de cargas elétricas negativas (elétrons).
Sentido Convencional: movimento de cargas positivas (prótons).

Tipos de Corrente:
Corrente Contínua (CC): possui apenas um sentido.
Corrente Alternada (CA): o seu sentido muda periodicamente.

   

EFEITOS DA CORRENTE ELÉTRICA
Efeito fisiológico da corrente elétrica
Corresponde à passagem da corrente elétrica por organismos vivos. A corrente elétrica age diretamente no sistema nervoso, provocando contrações musculares; quando isso ocorre, dizemos que houve um choque elétrico.
O pior caso de choque é aquele que se origina quando uma corrente elétrica entra pela mão de uma pessoa e sai pela outra. Nesse caso, atravessando o tórax de ponta a ponta, ela tem grande chance de afetar o coração e a respiração.
O valor mínimo de intensidade de corrente, que se pode perceber pela sensação de cócegas ou formigamento leve, é 1 mA. Entretanto, com uma corrente de intensidade 10 mA, a pessoa já perde o controle dos músculos, sendo difícil abrir a mão e livrar-se do contato.
O valor mortal está compreendido entre 10 mA e 3 A, aproximadamente. Nesses valores, a corrente, atravessando o tórax, atinge o coração com intensidade suficiente para modificar seu ritmo. Modificando o ritmo, o coração pára de bombear sangue para o corpo e a morte pode ocorrer em poucos segundos. Se a intensidade for ainda mais alta, a corrente pode paralisar completamente o coração. Este se contrai o mais possível e mantém-se assim enquanto passar a corrente. Interrompida a corrente, geralmente o coração relaxa e pode começar a bater novamente, como se nada tivesse acontecido. Todavia, paralisado o coração, paralisa-se também a circulação sanguínea, e uma pequena interrupção dessa circulação pode provocar danos cerebrais irreversíveis.

Efeito Joule
O efeito térmico, também conhecido como efeito joule, é causado pelo choque dos elétrons livres contra os átomos dos condutores. Ao receberem energia, os átomos vibram mais intensamente. Quanto maior for a vibração dos átomos, maior será a temperatura do condutor. Nessas condições observa-se, externamente, o aquecimento do condutor. Esse efeito é muito aplicado nos aquecedores em geral, como o chuveiro elétrico.

Efeito Químico
Esse efeito resulta de um fenômeno elétrico molecular, sendo objeto de estudo da Eletroquímica. O aproveitamento do efeito químico se dá, por exemplo, nas pilhas, na eletrólise, como também na cromação e niquelação de objetos.

Efeito Magnético
Em 1820, Oersted descobriu que a passagem da corrente elétrica por um fio condutor produz fenômenos magnéticos, tais como o desvio da agulha de uma bússola colocada nas proximidades de um condutor. Os fenômenos magnéticos não constituem, portanto, fenômenos isolados; eles têm relação íntima com os fenômenos elétricos.
É importante saber que uma corrente elétrica produz um campo magnético, no entanto o campo magnético não produz corrente elétrica. O que produz corrente é a variação do campo magnético.
Desde que a indução eletromagnética foi descoberta, ficou clara a possibilidade de transformar a energia mecânica em energia elétrica. Mas foram necessárias algumas décadas para o domínio da tecnologia capaz de tornar viável a aplicação desse princípio físico, o que resultou na transformação radical da tecnologia. Um dos elementos básicos dessa tecnologia é o gerador eletromagnético ou dínamo. E o elemento básico desse gerador é uma espira condutora que gira no interior de um campo magnético.
Como a configuração das linhas de campo magnético é fixa, quando a espira gira, a área atravessada pelas linhas de campo magnético varia, variando o fluxo magnético através da espira. De acordo com a Lei de Faraday, se o fluxo varia, aparece nos terminais dessa espira uma força eletromotriz induzida (tensão elétrica). Essa força eletromotriz, nesse caso, também é variável.

Efeito luminoso
Este efeito baseia-se no fato de gases ionizados emitirem luz quando atravessados por uma corrente elétrica. Como exemplo, temos as lâmpadas fluorescentes (usadas na iluminação de empresas), as lâmpadas de vapor de mercúrio (usadas na iluminação de quadras esportivas), as lâmpadas de vapor de sódio (para iluminação de túneis e estradas), etc.





Efeitos da corrente elétrica no corpo humano
A corrente elétrica pode ser fatal para o ser humano e, existem vários cuidados que devemos tomar a fim de evitar os efeitos que descreverei. Assim, antes de qualquer contato com eletricidade devemos saber quais são estes cuidados.
http://www.efeitojoule.com/2008/06/vestibular-efeitos-corrente-eletrica-no.html

Questão Resolvida
Uma bateria de 6 volts , com uma carga de 4,5 Ah (amperes-hora) sendo solicitada por um cirgcuito que consome 2 amperes, alimentara este circuito durante quanto tempo?
http://br.answers.yahoo.com/question/index;_ylt=Aj0hkhcuazdTxY79O230xkzJ6gt.;_ylv=3?qid=20080603110419AAFucTR&show=7#profile-info-aac0d1a3ce4e238c09954e08ab0cd8c2aa