Física Pai d'égua
UFRN 2008

UFRN 2008

12 questões





1. (UFRN 2008) Considere que uma tartaruga marinha esteja se deslocando diretamente do Atol das Rocas para o Cabo de São Roque e que, entre esses dois pontos, exista uma corrente oceânica dirigida para Noroeste.
Na figura abaixo, VR e VC são vetores de módulos iguais que representam, respectivamente, a velocidade resultante e a velocidade da corrente oceânica em relação à Terra.



Dentre os vetores a seguir, aquele que melhor representa a velocidade VT com que a tartaruga deve nadar, de modo que a resultante dessa velocidade com VC seja VR, é:

a)
b)
c)
d)

2. (UFRN 2008) Contrariando os ensinamentos da física aristotélica, Galileu Galilei (1564-1642) afirmou que, desprezando-se a resistência do ar, dois corpos de massas diferentes atingiriam simultaneamente o solo, se abandonados de uma mesma altura, num mesmo instante e com velocidades iniciais iguais a zero.
Para demonstrar experimentalmente tal afirmativa, em um laboratório de Física, duas esferas de massas diferentes foram abandonadas de uma mesma altura, dentro de uma câmara de vácuo, e atingiram o solo ao mesmo tempo.

Do experimento realizado, pode-se concluir também que as duas esferas chegaram ao solo

a) com a mesma velocidade, mas com energia cinética diferente.
b) com a mesma energia cinética, mas com velocidade diferente.
c) com diferentes valores de velocidade e de energia cinética.
d) com os mesmos valores de energia cinética e de velocidade.

3. (UFRN 2008) Recentemente, foi anunciada a descoberta de um planeta extra-solar, com características semelhantes às da Terra. Nele, a aceleração da gravidade nas proximidades da sua superfície é aproximadamente 2g (g representa o módulo do vetor aceleração da gravidade nas proximidades da Terra).
Quando comparada com a energia potencial gravitacional armazenada por uma represa idêntica construída na Terra, a energia potencial gravitacional de uma massa d’água armazenada numa represa construída naquele planeta seria

a) quatro vezes maior.
b) duas vezes menor.
c) duas vezes maior.
d) quatro vezes menor.

4. (UFRN 2008) Considere que certa quantidade de gás de cozinha foi queimada, cedendo calor para uma panela que continha água, feijão e batatas. Considere, ainda, que, durante o processo de fervura, o conteúdo da panela permaneceu em equilíbrio térmico, por vários minutos.
Nessas condições, pode-se afirmar que, durante o equilíbrio térmico, a água, o feijão e as batatas

a) mantiveram a mesma energia interna.
b) receberam a mesma quantidade de calor.
c) mantiveram a mesma temperatura.
d) receberam o mesmo calor específico.

5. (UFRN 2008) O efeito estufa, processo natural de aquecimento da atmosfera, é essencial para a existência de vida na Terra. Em tal processo, uma parcela da radiação solar refletida e da radiação térmica emitida pela superfície terrestre interage com determinados gases presentes na atmosfera, aquecendo-a.
O principal mecanismo físico responsável pelo aquecimento da atmosfera devido à ação do efeito estufa resulta da

a) absorção, por certos gases da atmosfera, de parte da radiação ultravioleta recebida pela Terra.
b) reflexão, por certos gases da atmosfera, da radiação visível emitida pela Terra.
c) absorção, por certos gases da atmosfera, de parte da radiação infravermelha proveniente da superfície da Terra.
d) reflexão, por certos gases da atmosfera, de parte da radiação de microondas recebida pela Terra.

6. (UFRN 2008) Uma célula de fibra nervosa exibe uma diferença de potencial entre o líquido de seu interior e o fluido extracelular. Essa diferença de potencial, denominada potencial de repouso, pode ser medida por meio de microeletrodos localizados no líquido interior e no fluido extracelular, ligados aos terminais de um milivoltímetro, conforme a Figura 1.



Num experimento de medida do potencial de repouso de uma célula de fibra nervosa, obteve-se o gráfico desse potencial em função da posição dos eletrodos, conforme a Figura 2.

A partir dessas informações, pode-se afirmar que o vetor campo elétrico, no interior da membrana celular, tem módulo igual a

a) 8,0 x 10-2 V/m e sentido de dentro para fora.
b) 1,0 x 107 V/m e sentido de dentro para fora.
c) 1,0 x 107 V/m e sentido de fora para dentro.
d) 8,0 x 10-2 V/m e sentido de fora para dentro.

7. (UFRN 2008) Um eletricista instalou uma cerca elétrica no muro de uma residência. Nas especificações técnicas do sistema, consta que os fios da cerca estão submetidos a uma diferença de potencial 1,0x104 V em relação à Terra.
O eletricista calculou o valor da corrente que percorreria o corpo de uma pessoa adulta caso esta tocasse a cerca e recebesse uma descarga elétrica.
Sabendo-se que a resistência elétrica média de um adulto é de 2,0x106 Ω e utilizando-se a lei de Ohm, o valor calculado pelo eletricista para tal corrente, em ampère, deve ser:

a) 2,0x102
b) 5,0x10-3
c) 5,0x103
d) 2,0x10-2

8. (UFRN 2008) As corridas de aventura constituem uma nova prática desportiva, baseada no trinômio aventura – desporto – natureza.
Antes de iniciar uma dessas corridas, a equipe Vida Viva recebeu a instrução de que, quando chegasse a um ponto X, deveria tomar o rumo nordeste (NE) e seguir para o Posto de Controle 2 (PC2), conforme a figura abaixo. Ao ler o indicador da bússola, o navegador da equipe não percebeu que, sobre o ponto X, passava uma linha de transmissão de corrente contínua de sentido sul – norte.



Considere que a interferência causada pela corrente da linha de transmissão no campo magnético da bússola, cuja agulha antes apontava para o norte magnético, fez que ela passasse a apontar para o campo magnético da referida linha de transmissão.
Após a leitura da bússola, a equipe Vida Viva, seguindo a direção indicada por esse instrumento, se deslocou do ponto X na direção

a) nordeste (NE).
b) norte (N).
c) noroeste (NO).
d) sul (S).

9. (UFRN 2008) Em uma feira de ciências, um grupo de alunos apresentou um experimento que constava de uma barra metálica, livre para girar, apoiada em dois suportes. Nela, estavam suspensos três pêndulos simples, cujas massas e comprimentos são indicados na figura abaixo. O pêndulo 1, então, foi posto para oscilar perpendicularmente ao plano da figura. Após um intervalo de tempo, observou-se que um dos outros dois pêndulos passou a oscilar com amplitude bem maior que a do seu vizinho.



O pêndulo que passou a oscilar com maior amplitude foi

a) o pêndulo 3, e o fenômeno físico responsável foi a ressonância.
b) o pêndulo 2, e o fenômeno físico responsável foi a ressonância.
c) o pêndulo 3, e o fenômeno físico responsável foi a interferência.
d) o pêndulo 2, e o fenômeno físico responsável foi a interferência.

10. (UFRN 2008) Quando há incidência de radiação eletromagnética sobre uma superfície metálica, elétrons podem ser arrancados dessa superfície e eventualmente produzir uma corrente elétrica. Esse fenômeno pode ser aplicado na construção de dispositivos eletrônicos, tais como os que servem para abrir e fechar portas automáticas.
Ao interagir com a superfície metálica, a radiação eletromagnética incidente se comporta como

a) onda, e o fenômeno descrito é chamado de efeito fotoelétrico.
b) partícula, e o fenômeno descrito é chamado de efeito fotoelétrico.
c) partícula, e o fenômeno descrito é chamado de efeito termiônico.
d) onda, e o fenômeno descrito é chamado de efeito termiônico.

11. (UFRN 2008) No início do século XX, foram propostos dois modelos atômicos da matéria, segundo os quais o átomo era constituído de um pequeno núcleo formado por cargas positivas e, em torno desse núcleo, orbitavam os elétrons.
O modelo de Rutherford (1911) baseava-se em experimentos de espalhamento de partículas alfa desviadas pelos núcleos atômicos, enquanto o modelo de Bohr (1913), que procurava superar as limitações do modelo anterior, explicava o espectro de linhas de emissão do átomo de hidrogênio supondo que os elétrons podiam realizar transições entre as órbitas eletrônicas.

Em relação a um dos modelos acima citados, pode-se afirmar também:

a) O modelo de Bohr explicava a estabilidade das órbitas eletrônicas do átomo a partir da quantização do momento angular.
b) O modelo de Bohr mostrava a instabilidade das órbitas eletrônicas do átomo a partir dos experimentos de espalhamento de partículas alfa.
c) O modelo de Rutherford explicava a instabilidade das órbitas eletrônicas do átomo a partir da quantização da energia.
d) O modelo de Rutherford mostrava a estabilidade das órbitas eletrônicas do átomo a partir de experimentos de espalhamento de partículas alfa.

12. (UFRN 2008) O telescópio refrator é um sistema óptico constituído, basicamente, de duas lentes: a objetiva, cuja função é formar uma imagem real e reduzida do objeto em observação, I1, nas proximidades do foco, F'1, e a ocular, que usa essa imagem como objeto, nas proximidades de seu foco, F2, para formar uma imagem virtual e ampliada, I2. Esta última é a imagem do objeto vista pelo observador.
A figura abaixo representa um desses telescópios, no qual as duas lentes se acham localizadas nas posições correspondentes aos retângulos X e Y.



As lentes objetiva (X) e ocular (Y) que melhor se adaptam a esse telescópio devem ser:

a) ambas convergentes
b) ambas divergentes
c) respectivamente convergente e divergente
d) respectivamente divergente e convergente

Respostas 1. a    2. a    3. c    4. c    5. c    6. c    7. b    8. b    9. a    10. b    11. a    12. a   

Banco de questões de Física
UFRN 12 questões